Carros a GPL vão poder estacionar em todo o lado

Os carros movidos a gases de petróleo liquefeito (GPL) vão deixar de estar proibidos de estacionar em parques fechados e subterrâneos

 

A portaria que aprova esta alteração foi publicada, esta quinta-feira, em «Diário da República» e entra em vigor dentro de três meses. Os veículos continuam a ser obrigados a ostentar um dístico identificativo GPL «de forma visível do exterior».

De acordo com o diploma, os veículos vão ter de obedecer a determinadas regras de segurança que ainda vão ser estabelecidas por uma portaria que terá de ser publicada nos próximos 90 dias.

Segundo o documento, «os veículos abastecidos com GPL podem estacionar em parques de estacionamento fechados e abaixo do nível do solo».

No entanto e até lá a regulamentação necessária à execução da lei deve ser emita, ou seja, faltam as prescrições técnicas que têm de ser definidas em portaria conjunta do Ministério da Administração Interna (MAI), Ministério da Economia e Ministério da Justiça para que o diploma publicado fique completo.

Os veículos que não tenham as especificações técnicas a ser publicadas só podem estacionar em parques fechados «se os mesmos dispuserem de ventilação natural através de aberturas no tecto ou no solo», acrescenta o documento.

Em relação ao polémico dístico azul, os veículos a gás vão continuar a ser obrigados a ter uma identificação identificadora de que se tratam de carros movidos a GPL ou gás natural.

Os carros movidos a gases de petróleo liquefeito (GPL) vão poder estacionar em parques fechados e subterrâneos, terminando assim proibição que fazia de Portugal caso (quase) único na Europa.

A nova lei que «liberaliza» as regras aplicáveis a este tipo de veículos (e também aos que utilizam gás natural) entra em vigor em maio. Até lá, o governo terá de elaborar as portarias que enquadram tecnicamente as condições em que será feita esta chamada «liberalização».

Os carros que utilizam GPL vão manter o dístico identificativo que, no entanto, será reformulado. A nova vinheta de identificação terá de ser colocada “de forma visível do exterior”. O seu formato será conhecido dentro de 90 dias.

Carros a GPL vão poder estacionar em todo o lado

O novo enquadramento legal para o uso de GPL define que apenas os automóveis homologados de acordo com as futuras portarias têm estacionamento «garantido» em qualquer lugar.

Os restantes passam a poder estacionar em parques fechados mas apenas ao nível do solo. E mesmo assim estes locais têm de dispor de “ventilação natural através de aberturas ao nível do teto e solo, que permitam o rápido escoamento para o exterior de uma eventual fuga de gases”.

Fonte: AutoPortal

Escrito por

Sem comentários.

Deixe a sua Resposta